lato sensu

Pós-Graduação Lato Sensu integra rota da educação continuada na UFG

Aktualisiert bei 23/04/21 12:58 .

Universidade já possui mais de 70 cursos de especialização e programas de residência médica e residência multiprofissional em área de saúde e profissional em área da saúde 

Por Talita Prudente


A Universidade é literalmente um universo de possibilidades. O estudante pode concluir sua trajetória acadêmica na graduação, mas também optar pelo caminho da pós-graduação e transformar sua carreira profissional. Nesse contexto, os cursos lato sensu da UFG são uma oportunidade para aqueles que buscam se aprofundar em determinada área e garantir maior competitividade e empregabilidade no mercado de trabalho.

“O mercado de trabalho está em constante revolução. As profissões daqui a 10 anos serão diferentes, exigirão novas competências e habilidades. Quem consegue responder com rapidez a essas demandas são os cursos lato sensu”, enfatiza Laerte Ferreira, pró-reitor de pós-graduação da UFG. Para ele, a capacidade de transmissão de novos conhecimentos e atualização da formação é um dos pontos estratégicos do ensino lato sensu.

O caráter ágil e moderno da educação lato sensu possibilita a criação de cursos de acordo com a às necessidades da sociedade e direcionados para captar as inovações nas diversas áreas de conhecimento. Na UFG, a pós-graduação lato sensu engloba as Especializações, os MBA´s e os programas de Residência Médica e Residência Multiprofissional em Saúde e na Área Profissional da Saúde.Nos últimos 20 anos, mais de 16 mil alunos foram certificados na UFG.

“Há uma crescente valorização por qualificação profissional especializada. As instituições buscam formar seu quadro de colaboradores com pessoas que possuem amplo domínio de conhecimento em seus respectivos campos de saberes”, comenta Aline Medrado, diretora geral de pós-graduação lato sensu na UFG. Para além do conteúdo atualizado, Aline observa que os cursos possibilitam a troca de experiências com outros colegas e professores da área, expandindo a rede de contatos do aluno.

 

Capacitação e infraestrutura

A popularização dos cursos de especialização, oferecidos em larga escala e sob diversos formatos, provoca dúvidas durante a escolha por um instituto de formação continuada. Por isso, Aline Medrado ressalta a importância de matricular-se em uma instituição superior de referência. “É preciso verificar se a instituição está devidamente credenciada no Ministério da Educação (MEC) para oferecer o curso, infraestrutura necessária e suporte para os alunos. Analisar a grade curricular e o histórico do corpo docente também é fundamental”.

Se depender desses critérios, a UFG é uma forte candidata dentre as melhores instituições de ensino lato sensu do país. É o que reflete Leonora Pacheco, professora e sub-coordenadora da Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade de Enfermagem (FEN) ao lembrar que a UFG está entre as 20 melhores universidades do Brasil, de acordo com o Times Higher Education World University Rankings, publicado em 2020.

“A UFG possui 60 anos de história. A aprovação e credibilidade dela é construída pela qualidade dos docentes, mestres e doutores, e técnicos administrativos, envolvimento em pesquisas científicas, projeto de extensão e relação transformadora da universidade para com a sociedade. Um diploma ou certificado oriundo de uma instituição de trajetória consolidada, como é a UFG, é um diferencial em qualquer formação profissional”.

Em 2020, um ano atípico na educação mundial devido à pandemia de Covid-19, a FEN formou 341 estudantes no Curso de Especialização em Saneamento e Saúde Ambiental e 35 estudantes no Curso de Especialização de Enfermagem em Centro Cirúrgico. Durante o ensino remoto emergencial, a faculdade recebeu estudantes de 16 estados do Brasil e participação de docentes que atuam em grandes centros de saúde como Hospital Sírio Libanês, Rede SARAH de Hospitais de Reabilitação e Albert Einstein.


Orgulho de ser UFG

Ana Paula Matos iniciou sua formação em uma faculdade particular. No entanto, foi no Curso de Especialização em Administração e Marketing, oferecido pela Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, que ela encontrou recursos e motivação para radicar-se na área administrativa. “Estava em um momento bastante cômodo da minha carreira e busquei na especialização uma forma de aprender conhecimentos que meu dia a dia não iria permitir, mas que seriam significantes na rotina de trabalho. Na especialização adquiri visão estratégica para atuar na área da Administração”.

Graduada em Medicina, Arianna Milhomen é um exemplo de egressa da UFG que vivenciou toda sua formação superior na UFG. Em 2007, a médica psiquiatra passou na seleção de dois concursos para residência em psiquiatria e optou pela UFG por conta dos professores renomados e diversidade de ambulatórios. “Foi essencial para minha carreira. Durante a Residência Médica eu realmente aprendi o que era ser psiquiatra e descobri meu interesse pela psiquiatria da infância e adolescência, caminho que trilhei e sigo até hoje. Sou grata à UFG e me sinto uma profissional realizada”.

Os Programas de Residência Médica da UFG são ofertados pela Faculdade de Medicina e o Hospital das Clínicas da UFG. Eles constituem modalidades de ensino destinadas a médicos, caracterizadas por treinamento em serviço em instituições de saúde e universitárias, sob a orientação e supervisão de profissionais experientes. Já os Programas Multiprofissional em Saúde e Residência na Área Profissional da Saúde são ofertados pelo HC e pela Escola de Veterinária e Zootecnia da UFG.

Confira os cursos de especialização e residência oferecidos pela UFG.
 

 

 

 

 

 

Quelle: Coordenação de Comunicação

Kategorien: notícias